Azymüth – Demos (1973-75) Vol.1 (2109)

Taí uma banda (um trio para ser mais preciso) que ajudou a forjar minha formação musical na juventude e que me faz lembrar meu saudoso pai, fã de música instrumental, e parceiro de sofá nos anos 90, quando nas noites de sábado assistíamos o programa Festival de Jazz de Montreaux, na TVE 📺

Me lembro quando estávamos no carro e ele pedia “aquele k7 de música instrumental”, que tinha Vôo sobre o Horizonte, além de outras tracks de diversos estilos…sons mais eletrônicos, fusion, etc.

Sobre “Azymüth Demos 1973-75”, volumes 1 e 2, lançados em 2019 pelo label inglês Far Out Recordings, podemos dizer que são registros de sessions, no home Studio do pianista José Roberto Bertrami, no bairro carioca das Laranjeiras, Mamão (bateria) e Alex Malheiros (baixo), acompanhados do percussionista Ariovaldo Contesini.

Seria ótimo se houvesse essa preocupação aqui no Brasil, com algum label ou major, se interessando em cuidar da nossa memória musical e munir o mercado, que possui uma boa parcela interessada, de lançamentos como este. Ponto então mais uma vez para a visão dos labels gringos.

Os álbuns trazem uma seleção de gravações demo inéditas, anteriores ao lançamento do seu primeiro LP em 1975, com o qual ganharam reconhecimento mundial, onde os músicos mostram o porquê são considerados Lendas do jazz fusion, trabalhando com autoridade e forte assinatura sonora, uma mistura única de samba, jazz e funk.

Fonte: DJ Marcello MBgroove